A morte do presidente Hugo Chávez Frias na ultima terça-feira, 5 de março, abalou o povo venezuelano e os povos latino-americanos, todos os democratas e patriotas respeitavam e se identificavam com a disposição de Chávez na condução de sua Pátria e na construção do socialismo Bolivariano, seu legado inspirará as futuras gerações na luta pela democracia, pelos direitos sociais e pela soberania nacional, o povo venezuelano perdeu seu grande líder mas não perderá o rumo na medida em que continuarão construindo a Revolução Bolivariana e de sua emancipação social.

Chávez entra para a História da Venezuela como Fidel Castro já entrou para história do Povo Cubano, é inegável que ele teve capacidade e muita clareza política para conduzir a revolução Bolivariana unindo o povo num projeto de nação e ao mesmo tempo enfrentou as intenções colonialistas do Imperialismo Americano na região, ele entra para galeria latina americana dos heróis como Simon Bolívar e José Martí.

Chávez foi o grande comandante desta inicial e vitoriosa experiência revolucionária na América do Sul que influenciou muitas nações a procurarem o caminho democrático e avançado para a superação de suas dificuldades econômicas e sociais, esta experiência elevou a qualidade de vida do povo venezuelano, ajudou a fortalecer o caminho de emancipação dos povos com o fortalecimento do estado nacional, à ampliação dos direitos sociais, e a soberania nacional, sua contribuição à unidade dos povos duma América Latina próspera, democrática e socialmente justa mostra uma visão progressista de sociedade, o movimento político transformador no mundo perde um grande dirigente dos nossos tempos.

O movimento político progressista da América Latina esta de luto, mas ao mesmo tempo energizado e confiante que esta no caminho da libertação povos da opressão de classe e da pobreza, esta na alma latina a capacidade de superar as grandes dificuldades com espírito revolucionário, o povo venezuelano há de superar este momento de dor a aprofundando a revolução Bolivariana rumo ao socialismo.

Lamentamos profundamente o falecimento de Hugo Chávez, Presidente da República Bolivariana da Venezuela. Nossa solidariedade ao povo Venezuelano pela perda de seu grande comandante.

 

Bartíria Lima
Presidenta da CONAM

Wanderley Gomes da Silva
Diretor da CONAM