Aline Leal

Brasília – O Movimento Saúde+10 reuniu cerca de 1,6 milhão de assinaturas de apoio ao projeto de lei de iniciativa popular que visa ao repasse integral de 10% da receita corrente bruta da União para a saúde pública. O projeto será entregue à Câmara dos Deputados no dia 5 de agosto.

A presidenta do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Maria do Socorro de Souza, entidade que participa do movimento, explicou que com a aprovação do projeto a estimativa é de que haverá um acréscimo de R$ 42 bilhões no orçamento do Ministério da Saúde, que, segundo ela, hoje gira em torno de R$ 80 bilhões.

De acordo com o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Wilson Alecrim, o projeto foi feito pensando no que é viável. “Outros projetos defendem a aplicação de 10% do Produto Interno Bruto, que ia chegar a um valor de R$ 300 bilhões, o que é inviável”, disse.

Fonte: Agência Brasil