Foto: Silvio Domingos/BN Notícias

Deu certo. Mais uma vez o povo mostrou sua força. O prefeito Pedro Eliseu Filho – Pedrinho (PSDB) cedeu à pressão de uma manifesto ocorrido na manhã desta sexta-feira (20) em frente ao Paço Municipal e vai acelerar a aprovação de um projeto na Câmara Municipal para a alteração no Plano Diretor, que transformará a área do Acampamento Esperança, localizado próximo à antiga pedreira Remanso, em Zeis (Zona Especial de Interesse Social).

O manifesto contou com cerca de 50 pessoas, a metade do número de munícipes que estão instaladas atualmente no Acampamento Esperança, vivendo em situação precária.

Os manifestantes permaneceram por algumas horas em frente à Prefeitura e aos gritos pediam que Pedrinho Eliseu cumprisse com o que havia prometido. Veja o vídeo https://www.youtube.com/watch?v=L1YxtAAE3DU.

Para amenizar o problema, o prefeito Pedrinho Eliseu decidiu receber todos os manifestantes em seu gabinete.

Na reunião, os acampados reiteraram o pedido solicitado a intervenção da Administração por meio do Conselho Municipal de Desenvolvimento de Araras para encaminhar o projeto na Câmara de alteração no Plano Diretor de Desenvolvimento, transformando a área do acampamento em Zona Especial de Interesse Social.

Em um vídeo divulgado pela Secom (Secretaria Municipal de Comunicação Social e Institucional), a representante do Movimento Aline Mariana Dias Barbosa disse após a reunião, que o prefeito vai reconhecer o Acampamento como Área de Interesse Social e para fazer o cadastro sócio-econômico na próxima semana e fiscalizar quem tem direito da moradia no acampamento.

Segundo Aline, com a regularização da área virá a tão sonhada energia e também ficou que a Usina São João vai deixar as casas no local. “Não vai mais haver demolição, só vai ter um caso que vai ser estudado o que vai ser feito. A maioria dos acampados estava aqui hoje e assinou a ata com o que será feito no Acampamento”, completou Aline.

Declaração do prefeito

O prefeito Pedrinho disse que a área em que está instalado o Acampamento Esperança, pertencia a Fepasa ( Ferrovia Paulista S.A.) e o Governo do Estado entregou ela como pagamento de dívida com a União e agora está na SPU (Secretaria de Patrimônio da União) e a administração está tentando ajudar no que pode, inclusive junto à Usina São João, contornando os problema e para regularizar a situação. “E estamos conseguindo amenizar um problema social grande. São praticamente 100 famílias que estão lá. Tem crianças, mulheres, enfim, idosos e a gente tem feito um trabalho de aproximação e àquilo que depende de nós estamos realizando com atitudes concretas”.

O prefeito disse ainda que a Prefeitura hoje está trabalhando como mediadora da situação do Acampamento. “Porque o problema é da Usina São João que também está no direito dela e está fazendo sua parte. A Usina pagou um georreferenciamento que possibilitou enxergar melhor os problemas e hoje nós estamos aí com 99% da situação resolvida”.

Pedrinho também fez questão de ressaltar que esse é um problema antigo e as pessoas estão lá há mais de oito anos e agora sua administração está tomando a atitude concreta de resolver os problemas. “Eles vieram aqui legitimamente fazer a sua manifestação e pedir que aqui acelerasse o processo todo e sabiam que os representantes da Usina São João estavam no gabinete. Levamos a conversar aqui com a presença dos representantes da Usina São João e o resultado foi muito favorável”, finalizou.

Reproduzido na íntegra de BN Notícias