Na data também se comemora o dia municipal do líder comunitário

Na tarde de terça-feira (22) foi realizado em Cruzeiro do Sul o I Encontro Regional do Movimento Comunitário do Vale do Juruá. Organizado pela Umam o encontro aconteceu no auditório da Escola Dom Henrique Ruth e contou com a presença de representantes do poder público municipal, estadual e lideranças comunitárias do Vale do Juruá.

Durante o evento foram apresentadas reivindicações e indicações dos presidentes de bairros, através de slide, sobre melhorias para cada bairro do município. As solicitações serão encaminhadas para os gestores. No fim da programação foi aberto espaço para alguns representantes comunitários realizarem seus pronunciamentos. Marivaldo Valente, presidente do bairro da Várzea, avalia como positivo o encontro, mas ressalta que nos próximos devem haver melhorias e mais espaço para os líderes comunitários.

Na data também é comemorado o dia municipal do líder comunitário, instituído através da lei 655, de 5 de outubro de 2013, de autoria do vereador Romário Tavares.

“Minha expectativa era de ter sido um congresso para discutir ações para beneficiar as comunidades através de discussões. Acredito que o segundo encontro já terá outra visão de apoio às comunidades”,  falou Marivaldo Valente.


O presidente da comunidade S
anta Luzia, João Kelvin considerou que o movimento comunitário está unido e só tende a crescer. “Esse encontro foi muito proveitoso, pois antes dele acontecer nós elaboramos projetos, com várias reivindicações para os bairros da nossa cidade. Através desse encontro nós esperamos que nossas reivindicações sejam atendidas, para beneficiar diretamente a população”, disse o presidente da Santa Luzia.

Rocilda Sales, presidente da câmara de vereadores em exercício, esteve no local representando a câmara de vereadores e abriu espaço para ouvir as reivindicações dos presidentes de bairros do município. “A maioria das reivindicações feitas pelos presidentes de bairro aqui já foram solicitadas por nós vereadores através de ofícios e encaminhamentos, mas ressalto a importância da aproximação entre os líderes comunitários e o parlamento, ressaltando que sempre estaremos de portas abertas para ouvir as reivindicações de cada bairro, e tentar buscar melhorias junto ao executivo municipal e estadual”, relatou a vereadora.

O encontro contou ainda com a presença da presidente da  Federação de Associação de Moradores do Acre (Famac), Terezinha Santana, que abordou a necessidade da força e união do movimento comunitário. “Nós temos o papel de buscarmos melhorias para os nossos bairros, apesar de cada um ter um perfil diferenciado, pois cada um tem uma necessidade, nós juntos tomamos força através da união. Não devemos esperar apenas por representantes municipais e estaduais, temos que nos organizar, associar os moradores, para assim termos recursos suficientes nas associações”, destacou a presidente da Famac.

O Secretário Estadual de Pequenos Negócios, José Carlos Reis, representou o governo do estado e garantiu que todas as solicitações serão analisadas. “É muito importante essa aproximação com os presidentes de bairro, dessa forma estamos cada vez ma is perto da população. Atualmente diversos empreendimentos funcionam nos bairros através da parceria com os presidentes, que indicaram as pessoas que necessitavam ser beneficiadas em cada localidade”, explicou.

O vice-prefeito de Cruzeiro do Sul, Mazinho Santiago também participou do evento e esclareceu para os presidentes de bairro que todas as reivindicações serão analisadas.“O poder público está no momento de ouvir as reivindicações, nós já fizemos reuniões com todos os secretários, com a câmara municipal de vereadores, e esse encontro vem ajudar a fazermos um planejamento para Cruzeiro do Sul. Nós como poder público não é possível fazer um trabalho imediato, é preciso planejar, e para isso nós estamos preparando um documento para levar para Brasília e atender todas as reivindicações apresentadas”, esclareceu o vice-prefeito.

 

 

Tribuna do Juruá
Vanísia Nery