Na luta por uma Internet livre, chegamos na reta final da aprovação do Marco Civil da Internet e começamos hoje a mobilização pelo Marco Civil que queremos: com a remoção do 2o. parágrafo do artigo 15 e sem mais nenhuma alteração no texto. Abaixo estão copiados os detalhes.

Sabemos que essa não é uma pauta fácil e que temos “antis” de plantão nas redes – por onde o “Marco Civil” passa sofre trolagem. Precisamos de apoio para a divulgação do Ato, que será lançado nesta segunda pela manhã (através da página Marco Civil Já), por favor colaborem, compartilhem, participem e se possível: estejam presentes.

LIVRE INTERNET LIVRE INTERNET LIVRE INTERNET LIVRE INTERNET

VAMOS ORGANIZAR O DIA DE AÇÃO DIRETA DO MARCO CIVIL DA INTERNET!

Pressão. Pressão. Pressão pela aprovação do Marco Civil que queremos, já!

Finalmente, depois de 2 anos de espera podemos aprovar o Marco Civil da Internet. Mas qual?A sociedade civil que participou da elaboração do projeto de lei, com inúmeras contribuições em diversas consultas públicas, não consegue ter acesso ao texto final e não está disposta a trocar um direito por outro.

Sabemos que as frentes conservadoras querem a todo modo subverter as origens democráticas do texto da lei e estão muito bem organizadas, representando sérios riscos para os pilares do Marco Civil. Exigimos que o projeto seja aprovado tal qual foi proposto originalmente: garantindo a neutralidade da rede, a privacidade e a liberdade de expressão. Não podemos permitir que o precioso processo democrático e transparente de elaboração do Marco Civil seja corrompido por decisões a portas fechadas. A participação popular é mais uma vez essencial para lutarmos pelas estruturas regulatórias que garantam uma Internet livre, inclusiva e criativa, onde todos sejam tratados igualmente.

A partir de recentes reuniões e discussões sobre o futuro do Marco Civil, reunimos diversos movimentos sociais, de comunicação e outras frentes que defendem a Internet livre: Artigo XIX, Barão de Itararé, CGI, Ciranda, Coletivo Digital, Coletivo Arrua, Conectas, FNDC, Fora do Eixo, Fundação Perseu Abramo, Intervozes, Idec, Marco Civil Já, Marcha Mundial das Mulheres, Midia NINJA, Proteste, Sec. Cultura Pref. Santo André, Mandato do Deputado Paulo Teixeira (PT), estabelecendo em reunião realizado no último 30/09, um calendário de manifestações e mobilizações para pressionar o Congresso a aprovar o Marco Civil que queremos: sem alterações em seu texto e sem o parágrafo 2o. do artigo 15.

De iniciativas como pedido de apoio ao relator da ONU para liberdade de expressão Frank de La Rue, a agendamento de visitas a Congressistas em Brasília, convocamos por meio deste todas e todos os movimentos alinhados a essa defesa para a organização do DIA DE AÇÃO DIRETA DO MARCO CIVIL DA INTERNET.

Precisamos fazer barulho, serão intervenções online e offline, divulgadas através da página Marco Civil Já

– online:

Twitaço dia 15/10, das 15h ás 16h30 (será divulgado no dia)

– offline:

BLOQUEIO DA VIVO (será divulgado nessa segunda)

ATO CONTRA A CENSURA NA INTERNET
PELA LIBERDADE E PRIVACIDADE NA REDE
Vamos protestar contra a censura e quebra de neutralidade.
EM FRENTE A VIVO TELEFÔNICA
(cujo presidente é ex-Presidente e 1
º Vice-Presidente da SindiTeleBrasil)

NA RUA MARTINIANO DE CARVALHO, 851 – PARAÍSO – SÃO PAULO – SP

DIA 16 DE OUTUBRO, QUARTA
concentração começa ás 17h

#Liberdade e Privacidade
#Contra a Censura

#Marco Civil da Internet Já

Para fortalecer e somar esforços nessa luta pela aprovação do Marco Civil que queremos, anexamos o MANIFESTO para o qual gostaríamos de contar com a assinatura de todos vocês: http://marcocivil.org.br/?p=289
• Campanha informativa sobre o projeto na rede:
https://www.facebook.com/MarcoCivilJa
• Site colaborativo de apoio à campanha
http://marcocivil.org.br
Adicione quem mais puder fortalecer essa defesa
Abraços ativistas,
Nós, da Internet Livre.